Segurança dos Alimentos

Atuar em defesa do setor, na busca de um ambiente de negócios adequado, com um marco regulatório baseado na liberdade de exercício da atividade, sempre estimulando o consumo responsável e a segurança dos alimentos.  

Entenda:

Quem trabalha no ramo de Alimentação Fora do Lar sabe da importância do tema. A segurança dos alimentos é uma exigência legal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para proteger a saúde da população e reduzir os riscos associados ao consumo desses produtos.

Os casos de intoxicação alimentar são responsáveis, hoje, por cerca de seis mil mortes e 500 mil internações por ano em todo o país – o que representa um gasto de R$15 bilhões ao Estado e, portanto, à sociedade. Falhas relativas aos cuidados na manipulação são consideradas a terceira principal causa de doenças transmitidas por alimentos, superadas apenas pelos problemas resultantes do inadequado controle da temperatura (durante o preparo), da conservação dos alimentos e, ainda, da qualidade da matéria-prima.

Os descuidos na observância dos procedimentos recomendados para a segurança dos alimentos acabam por comprometer toda a cadeia produtiva de um estabelecimento, motivo pelo qual as normas relativas ao tema devem ser aplicadas com o máximo rigor.  Os dois aspectos primordiais da segurança de alimentos são, de um lado, a questão da saúde, tendo como item crítico a deterioração dos alimentos, e, do outro lado, a rentabilidade do próprio negócio do bar ou restaurante, que pode ser minada pelas perdas ocorridas na conservação, no manuseio e preparo das carnes, dos legumes e demais ingredientes.   

Solução:

Mais investimento em educação e capacitação aos que trabalham com a produção de alimentos é a medida de maior relevância, com vistas a evitar problemas de saúde provocados pela contaminação. É preciso também conscientizar a população para que ajude a fiscalizar as condições dos alimentos por ela consumidos, por meio de campanhas de esclarecimentos.

Um caminho é estender os programas de capacitação para mais estabelecimentos, e ampliar o programa de categorização da Anvisa para além das cidades contempladas no período 2013 e 2014.

Avanços:

A Anvisa lançou o projeto-piloto de implementação da categorização de restaurantes no país, no contexto da Copa do Mundo, no qual estabelecimentos de Alimentação Fora do Lar passaram por avaliações segundo critérios estabelecidos pela agência. Foram classificados pelas letras A, B e C, sendo que os locais que cumpriram mais rigorosamente os requisitos da Vigilância Sanitária recebem o selo da categoria A, seguidos pelos selos B e C.
 
A medida construiu um processo de indução da qualidade sanitária dos estabelecimentos, buscando aprimoramento e conhecimento sobre as práticas de segurança dos alimentos.