Mercado gastronômico aposta nas ruas para atrair clientes e expandir negócios

Mercado gastronômico aposta nas ruas para atrair clientes e expandir negócios

Foco nas ruas: Criar um ambiente agradável do lado de fora atrai clientela fixa e gera bons negócios

Um bom ambiente é sempre capaz de gerar negócios. Pensando nisso, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Abrasel – idealizou uma ação social para alavancar ainda mais o mercado gastronômico no país. Usando dos conceitos de boa convivência para expandir o setor, a campanha Simplifica Brasil, lançada pela entidade através de manifesto, quer transformar as ruas de nossas cidades em multifuncionais (diversificada, democrática, limpa e sustentável, para o melhor acolhimento das pessoas, e trazer, assim, a sensação primordial de bem-estar.

Pelos conceitos do Simplifica Brasil, a rua é a vitrine da cidade e o reflexo de uma sociedade aberta aos negócios e às oportunidades de trabalho. Um ambiente democrático é propício e convidativo ao público e gerará ainda mais possibilidades ao mercado, trazendo maior incentivo ao segmento.

“Queremos dizer ao Brasil inteiro de forma muito clara, direta e simples: vamos fazer o país deslanchar começando pelas ruas. É nelas que vamos iniciar a caminhada rumo a um amanhã de mais negócios e empregos. Com um desenvolvimento verdadeiramente integrado, humano e solidário. A mensagem da Abrasel é uma só: simplifica, Brasil! As cidades multifuncionais mesclam moradia, comércio, educação, trabalho e lazer. Temos hoje o que chamamos de pessoas de ‘cabeça, tronco e rodas’, que dependem do carro para se locomover. O modelo da cidade espalhada – dos condomínios fechados e afastados, do escritório longe de casa — é insustentável social, ambiental e economicamente. Precisamos de cidades mais adensadas, vivas e simples”, destacou o presidente-executivo da Abrasel Paulo Solmucci, no manifesto.

Para o publicitário Pedro Califa, diretor de operações da DEX Group, agência de propaganda, o bom ambiente é a alma de qualquer negócio. Para ele, os valores sociais devem estar sempre agregados às visões mercadológicas. “Com certeza um bom ambiente gera um bom negócio. O conforto traz produtividade e o bom ambiente proporciona, acima de tudo, a maior qualidade, em uma forma global de negócio. Essa ação é interessante, pois com as ruas limpas e mais convidativas, mais pessoas circularão nelas e, consequentemente, usarão o comércio com mais frequência”, analisou.

Sem burocracia – Uma das principais simplificações que a campanha idealiza é quanto a burocracia de normas e leis que seguram o engajamento de empresas com as questões sociais da ação. De acordo com Solmucci, sociedades travadas pela burocracia têm cidades e ruas hostis às pessoas. “Quando o jovem quer conciliar estudo com trabalho, por exemplo, a escola próxima do restaurante facilita esse elo. Para isso é preciso que as leis que regulam o trabalho assim permitam, como ocorre nos Estados Unidos e países da América Latina e Europa. Nesses lugares, os horários do trabalho são móveis, flexíveis, intermitentes. As ruas vivas estão nos países menos burocratizados, numa inevitável conexão de causa e efeito”, afirmou.

Saiba mais e conheça o manifesto Abrasel: www.abrasel.com.br

Fonte: BRF Food Services